03 agosto 2011

Cabaré da Rrrrraça!


Dentre a minha enorme programação de férias não poderia deixar jamais de ir no melhor teatro do mundo.  Uma das minhas escolas, uma fonte inesgotável de idéias e sensações, o berço de grandes nomes, o sumo da cultura regional, o tão rico, expressivo e autêntico TEATRO BAIANO!

Para chegar já fechando como se diz por aqui, escolhi O Bando de Teatro Olodum. Fui presenteada com atores afinados dizendo o que precisa ser dito sobre a condição do negro no Brasil. Sob a direção do Marcio Meirelles, o Bando bota pra ferver  com atores, música, coreografia e figurinos de primeira. As batidas da percussão e os movimentos da dança afro fizeram com que meu coração palpitasse e a minha pele arrepiasse sem parar, me dizendo o tempo todo:

- Como eu amo ser baiana e amo cada célula da raça negra que há em mim!

Pena que eles não me chamaram pra dançar, não chamaram ninguém. Eu estava pronta. Queria deixar meu corpo seguir os atabaques em movimentos desordenados, iria deixar completamente que a música mandasse em mim. Não foi possível alí, mas esta experiência já está sendo providenciada.

Antes de voltar para os States preciso de um intensivo de Salvador da Bahia, de minha dança e minha gente. Quem quiser e puder, que me acompanhe. Quem quiser e não puder venha por aqui pelo bloguito. Encontrei até esse video que  dá uma palhinha do que estou falando.

Com vocês O Bando e seus atores de raça, que faz com que a maioria do que se vê por aí pareça fake, meio bambo e meio bobo. Ai quem me dera saber fazer um teatro assim!





2 comentários:

  1. Foi muito bom, recomendo!!!

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso Valzinha!!! Amei!!!

    ResponderExcluir

A INCRÍVEL falível espera ansiosamente por um comentário seu: