14 fevereiro 2014

O que aconteceu com a empregada que estava aqui?


O que aconteceu com a empregada que estava aqui? Foi embora? De novo? Marcos, eu não sei mais como lidar com isso. Já é a quarta empregada que arrumo só nesse início de ano. Você e essa sua nova obsessão pelas camisas dispostas por cores, esse pavor de fios de cabelo no chão. O que foi que você implicou desta vez, Marcos? Parecia tão boa, essa D. Antônia. Meio pesada, é verdade, quando ela estava na pia eu não conseguia passar para chegar na geladeira. Mas veio com referencia da síndica, e fazia uma sopa boa, que merda Marcos! E agora, você tem alguma ideia? Você chamou o seu pai pra vir comer aqui amanhã, eu já tinha combinado pra D. Antônia fazer um cozido que ele gosta. Até falei pra ele do cozido. E agora? Você vai fazer o cozido Marcos? Puta merda! Desde que a Sônia saiu, não tive sossego. Olhou pra mim porque? Quê que tá pensando? Com essa lei nova ficou mais caro e mais difícil de conseguir empregada. Hein? A Sônia de novo? Não, não dá. Ela já estava ficando muito a vontade, a síndica me alertou que isso não é bom. E eu nem tenho muita intimidade com a síndica. Não, a Sônia não. E ela já deve estar até trabalhando em algum lugar. Hein? Não tá? Como você sabe? Será que ela voltaria? Ai, como eu odeio o trabalho doméstico... Anda, levanta daí, vai, tira essa toalha da cama, olha a camisa no chão! Vá colocar sua roupa na maquina e trate logo de comprar a carne pro cozido do seu pai.



Resultado do exercício do curso de Escrita Criativa em que deveríamos escrever em 20 minutos um texto com o título sugerido pelo professor.

Um comentário:

  1. maria barretto ortins14 de fevereiro de 2014 15:23

    Inicio, desenvolvimento, meio e fim. Titulo atual. Mandou bem.

    ResponderExcluir

A INCRÍVEL falível espera ansiosamente por um comentário seu: